Thomas Rangel

Thomas Rangel

Açaí Expresso

Açaí Expresso

Monday, May 22, 2017

Images

Homicídio tentado em Ferradas em Itabuna


Na manhã desta segunda feira (22), Erivaldo Santana Santos, 21 anos, foi baleado no bairro de Ferradas. Ele ainda tentou correr do atirador, entrando em uma residência, mas foi perseguido e atingido no tórax e nádegas. Socorrido pelo Samu 192, Erivaldo, que é usuário de drogas, foi encaminhado para o Hospital de Base. Motivação e autoria ainda são desconhecidas. A polícia investiga.
Images

Deputado itabunense recebeu R$ 600 mil da JBS


O deputado federal Davidson Magalhães (PC do B), recebeu propina da JBS. O comunista embolsou R$ 600 mil reais que foram usados na campanha eleitoral, em 2014. Segundo o portal Transparência Política, da Fundação Getúlio Vargas, 11 deputados baianos caíram nas garras da propina do grupo JBS. O dono da empresa, Joesley Batista, entregou dinheiro vivo para diversos partidos políticos na Bahia. Além de Davidson, a outra comunista, a deputada federal Alice Portugal, foi beneficiada com R$ 400 mil reais de propina. A delação premiada de Joesley Batista pode derrubar diversos políticos e, posteriormente, levá-los à prisão. 

Sunday, May 21, 2017

Images

OAB pede impeachment de Temer; Fachin mantém inquérito

O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou no início da madrugada deste domingo a proposição ao Congresso Nacional de abertura de processo de impeachment contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB), por crime de responsabilidade em razão das acusações contra o peemedebista que vieram à tona com as delações de executivos do grupo JBS. A medida foi aprovada por 25 votos a favor e um contra – houve uma ausência entre os conselheiros, que representam cada um dos estados da federação. O pedido deve ser protocolado na Câmara dos Deputados nos próximos dias e será o nono desse tipo contra Temer – outros oito pedidos foram apresentados por partidos de oposição ao governo. Enquanto isso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin atendeu ao pedido do presidente Michel Temer (PMDB) e mandou a Polícia Federal realizar uma perícia no áudio gravado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em reunião com o presidente no dia 7 de março, no Palácio do Jaburu. Em pronunciamento neste sábado – o segundo desde que o escândalo veio à tona – Temer disse que o conteúdo do áudio foi manipulado e que tem mais de 50 cortes, amparando-se em perícia feita pelo jornal Folha de S. Paulo. “Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos e, incluído no inquérito sem a devida e adequada averiguação, levou muitas pessoas ao engano induzido e trouxe grave crise ao Brasil”, afirmou. Fachin, no entanto, negou a suspensão imediata do inquérito, como queria Temer, e determinou que o plenário do STF, que tem 11 ministros, decida sobre o pedido. O julgamento não tem data para acontecer, mas o colegiado máximo da Corte costuma se reunir às quartas e quintas-feiras. O inquérito apura os crimes de corrupção passiva, obstrução da Justiça e pertencimento a organização criminosa – Temer nega todos os crimes.
Images

Desaparecida

Evelyn Gomes dos Santos, residente do bairro Santa Clara, em Itabuna, não aparece em casa há dois dias. O último contato foi hoje 20/05 às 10h57 pelo aplicativo de mensagens WhatsApp 
Images

Ilhéus: Colo-Colo perde em casa e se complica na Segundona

Em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Baiano da Segunda Divisão, neste sábado, 20, o Colo-Colo perdeu para o Atlético de Alagoinhas por 1 a 0, no estádio Mário Pessoa, e se complicou na classificação do Estadual. O único gol foi marcado pelo jogador Levi aos 46 minutos do segundo tempo. O resultado afunda o Tigre para quarta colocação com 7 pontos, afastando da disputa do acesso. O Colo-Colo ainda construiu algumas jogadas na área adversária, mas pecou várias vezes no quesito finalização, deixando o torcedor revoltado. Nesta situação, o Colo-Colo precisa torcer pelo tropeço do Cajazeiras contra o Teixeira de Freitas, neste domingo, 21, e vencer o seu próximo compromisso, diante do Jequié, dia 28, no estádio Waldomiro Borges. Foi o segundo jogo do técnico itabunense Beto Oliveira. No primeiro, o Colo-Colo empatou em 1 a 1 diante do mesmo Atlético, no jogo realizado em Feira de Santana, na semana passada. 

Saturday, May 20, 2017

Images

Itabuna: População itabunense agradece os benefícios de uma cidade limpa e arrumada.



A fiscalização da Biosanear vem realizando uma boa atuação na limpeza pública em Itabuna, essa parceria de Junior junto com Dedé vem fazendo um bom trabalho na cidade de Itabuna. A mando do secretário de administração, Dinailson Oliveira, os servidores público, Dedé e Junior, assumiram a fiscalização da limpeza pública, fazendo um ótimo trabalho para o saneamento de Itabuna. Depois que Dedé e Junior entraram na Fiscalização a limpeza pública está cada vez melhor. Parabéns por este trabalho. O secretário de administração, Dinailson Oliveira, e o Diretor do departamento de limpeza pública, Acre Dantas, parabeniza a equipe que tem.
Images

Temer ataca Joesley e vai pedir arquivamento de inquérito


O presidente Michel Temer (PMDB) atacou duramente neste sábado, em pronunciamento oficial na TV, as acusações feitas pelo empresário Joesley Batista, da JBS, desqualificou a conversa gravada pelo empresário em reunião com ele no Palácio do Jaburu, afirmou que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do inquérito contra ele e reafirmou que vai continuar no cargo. Em fala de pouco mais de três minutos, ele citou evidências de que o áudio da reunião dele com Joesley teve mais de 50 edições. “Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos e, incluído no inquérito sem a devida e adequada averiguação, levou muitas pessoas ao engano induzido e trouxe grave crise ao Brasil”, afirmou em pronunciamento no Palácio do Planalto. Ele disse que, em razão das dúvidas sobre a autenticidade das gravações, ele vai entrar com um pedido no STF para arquivamento do inquérito aberto contra ele pelo ministro Edson Fachin após pedido do procurador-geral da República, 
Rodrigo Janot, que viu evidências de três crimes por Temer: obstrução da Justiça, corrupção passiva e organização criminosa. “Por isso, no dia de hoje, estamos entrando com petição no colendo STF para suspender o inquérito proposto até que seja verificada em definitivo a autenticidade da gravação clandestina”, disse. No pronunciamento, ele também criticou fortemente Joesley. “O autor do grampo está livre e solto passeando pelas ruas de Nova York”, disse. “Não passou nem um dia na cadeia, não foi preso, não foi julgado e não foi punido. E, pelo jeito, não será”, disse. Ele também atacou o empresário por ter comprado grande quantidade de dólares às vésperas da divulgação de sua delação. “Ele especulou contra a moeda nacional”, afirmou. De acordo com Temer, o que Joesley fala sobre ele em sua delação premiada não está no áudio entregue ao Ministério Público Federal. “O que ele fala em seu depoimento não está no áudio. E que está no áudio mostra que ele estava insatisfeito com o meu governo. Essa é a prova cabal de que meu governo não estava aberto a ele”, afirma o presidente sobre as reclamações do empresário em relação a demandas em órgãos do governo. Temer diz, ainda, que “no caso central de sua delação [o pagamento de propina para agilizar demanda no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)], fica patente o fracasso de sua ação”. “O Cade não decidiu a questão suscitada por ele. O governo não atendeu aos seus pedidos”, disse. Para o presidente, “não se sustenta a acusação de corrupção passiva”. Na delação, Joesley afirma que pagou propina ao deputado federal Rodrigo Loures (PMDB-PR), indicado por Temer para ser seu interlocutor nas demandas do empresário junto ao governo. A propina seria para destravar uma questão no Cade envolvendo uma termelétrica do grupo JBS em Cuiabá. Segundo Temer, não só o Cade, mas outros órgãos do governo, como o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico) e a Petrobras, fecharam as portas para quem obtinha facilidades anteriormente. “Estamos acabando com os velhos tempos da facilidade aos oportunistas e isso está incomodando muito”, afirmou o presidente. “Estão querendo me tirar do governo para voltar aos velhos tempos em que faziam tudo o que queriam.” Sobre ter recebido o empresário à noite (por volta das 22h30), em sua residência oficial, o Palácio do Jaburu, sem que a reunião constasse de sua agenda, ele disse que não há irregularidade alguma. “Eu o ouvi à noite, assim como ouvi vários empresários, intelectuais e outros setores no Palácio do Planalto, no Alvorada, no Jaburu ou em São Paulo. Trabalho rotineiramente até depois da meia-noite”, disse. Em relação à acusação de que teria assentido e dado aval à compra do silêncio, por meio de propina, do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ele disse que “não existe isso na gravação, mesmo tendo sido ela adulterada”. “E não existe, porque nunca comprei o silêncio de ninguém”, disse. “Nunca fiz nada para a obstrução do Judiciário. Ou seja, houve falso testemunho à Justiça.” Sobre o fato de o empresário ter dito que havia conseguido ajuda de um procurador e de dois juízes federais para suas causas e ele ter respondido “ótimo, ótimo”, Temer afirma que achou que era bravata de Joesley. “Não acreditei na narrativa do empresário de que ele tinha comprado juiz etc. Ele é um conhecido falastrão, exagerado. Depois, disse [na delação] que tinha inventado essa história. Ou seja, era fanfarronice”, afirmou. Para ele, o escândalo atrapalhou a retomada da economia que o seu governo vinha promovendo. “O Brasil, que tinha saído da mais grave crise econômica de sua história, vive agora dias de incerteza”, disse, citando a recuperação do PIB, o fim da recessão e a queda da taxa de juros, além das reformas trabalhista e da Previdência que vem tentando aprovar no Congresso. “Eles [empresários da JBS] tentam macular, não só a reputação moral do presidente da República, mas tentam invalidar esse país”, afirmou. No final, voltou a dizer que o havia dito no primeiro pronunciamento após o escândalo, na quinta-feira: não vai renunciar ao cargo. “O Brasil não sairá dos trilhos, vou continuar à frente do país’, disse.
Images

Partidos aliados articulam saída negociada para evitar eleições


Partidos aliados de primeira hora do presidente Michel Temer buscam uma saída negociada com o Planalto que seja uma continuidade do que, para eles, vem dando certo no atual governo. Diante da perspectiva de agravamento da crise deflagrada pelas delações da JBS, líderes de siglas como PSDB, PMDB e DEM pretendem bloquear qualquer iniciativa de realizar eleições diretas por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e articulam um nome de consenso para uma eventual disputa indireta no Congresso. Nas últimas horas, ganhou força o nome de Henrique Meirelles, ministro da Fazenda de Temer, como uma alternativa viável para manter a base unida e a bandeira das reformas hasteada.
Se Temer renunciar, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), terá 30 dias para convocar o pleito, que contará apenas com senadores e deputados no colégio eleitoral. Principal aliado do governo, o PSDB ensaiou uma debandada após a divulgação do áudio da conversa entre o Joesley Batista, da JBS, e Michel Temer, mas recuou após um pedido de tempo para a construção de um consenso que evitasse a implosão da base e comprometesse as reformas. Meirelles é filiado ao PSD, partido liderado por Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicação. Ele tem sido assediado por políticos para aceitar a missão. Os outros nomes ventilados nos bastidores da Congresso são o próprio Rodrigo Maia e o senador tucano Tasso Jereissati (CE). Meirelles tem a seu favor a condução da política econômica, que começa a apresentar os primeiros resultados, e também um bom trânsito com setores da oposição.
Images

Serra pediu a Aécio, que pediu a Temer, para derrubar ministro


A Polícia Federal interceptou uma ligação telefônica entre José Serra (PSDB-SP) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Na ligação, Serra pede que Aécio converse com o presidente da República, Michel Temer, para retirar o ministro da Justiça Osmar Serraglio de seu cargo. "É. Mas se você tiver oportunidade, sem mencionar que eu te falei, porque eu tinha ficado de falar com ele. Podia mencionar isso para o presidente", pede Serra. Para substituir Serraglio, Serra sugere que alguém "mais forte" tenha que ser colocado no lugar do atual ministro. "O fato é que tem que por alguém com força. Não para fazer nada arbitrário, mas para que as coisas tenham um caminho, né? de desenvolvimento, tudo", diz Serra. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, ele chegou a mencionar o ministro da Defesa, Raul Jungmann, como uma opção.
Images

Assaltante ilheense é preso pela PM no centro de Conquista

No final da manhã deste sábado (20), policias da 77ª Cipm, realizava patrulhamento no entro comercial de Vitória da Conquista quando, na avenida Francisco Santos, se depararam com uma movimentação estranha e, após uma averiguação, ficou constatado que se tratava de um assalto em andamento em uma Joalheria. Com a chegada dos militares, Jorge Luiz Figueiredo, 21 anos, que se encontrava em posse de duas armas, sendo ela uma pistola calibre 380 e um revolver calibre 38, se rendeu. Na delegacia, o assaltante disse ser natural de Ilhéus e teria vindo a Vitória da Conquista, somente para cometer crimes. A policia suspeita que Jorge participa de uma quadrilha, que há alguns meses teria sido presa na cidade de Ibicaraí, em posse de um carro roubado em Vitória da Conquista. O individuo foi apresentado na delegacia onde ficou a disposição da Justiça.
Images

Tony Ramos não será mais garoto-propaganda da JBS

O ator Tony Ramos se diz “surpreso”, “triste” e “melancólico” com as revelações do envolvimento da JBS com a compra de políticos. Ramos, que é garoto-propaganda de uma das marcas do grupo, a Friboi, garante que “não há mais clima para continuar a fazer filmes para a empresa”. O ator ainda tem um contrato válido com a JBS, que permite à empresa usar sua imagem em fotos e sites, mas que nessa semana vai começar a discutir com seus advogados o rompimento do acordo. Na outra situação de crise, quando a JBS foi envolvida na Operação Carne Fraca, o ator foi solidário à empresa. Desta vez, com as revelações de que a companhia corrompia políticos, ele achou que foi demais. Resta saber agora o que Fatima Bernardes, outra garota-propaganda da JBS, vai fazer. 
Images

Cinco foram presos em mega operação na cidade de Camamu





presos na operação em Camamu I Foto: Montagem
Na manhã dessa sexta-feira (19), uma mega operação das policias Civil e Militar comandada pelo Delegado titular da cidade de Camamu, Gilmar de Meireles Prates, desarticulou uma perigosa quadrilha envolvida com tráfico de drogas e assassinatos na região. Na operação foram cumpridos 05 mandados de prisão preventiva e 06 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Juíza Drª Leandra Leal Lopes. Participaram também desta mega operação, o coordenador da 5ª COORPIN, José Raimundo Nery Pinto, o Serviço de Investigação da DP de Valença e policiais Militares da 33ª Companhia Independente de Polícia Militar de Valença.
Equipe que participou da operação.
Foram presos Adriele dos Santos, Laique Cardoso de Jesus, Anelito Santos de Jesus, Gilvan da Silva do Amor Divino e Andreildo Amaral Conceição. Com a quadrilha a polícia conseguiu aprender armas de fogo, munições de diversos calibres, drogas e dinheiro provenientes da venda de drogas na região. De acordo com informações do blog Camamu Noticias, o grupo também é acusado das mortes de Alexandro Conceição Souza e Renato dos Santos Arouca. Os assassinatos ocorreram no mês de fevereiro de 2017. 
Momento em que começa operação em Camamu I
Images

Prefeito de Itacaré assina convênio com o SENAC para qualificação profissional

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, juntamente com o secretário municipal de Turismo, Júlio Oliveira, e a superintendente do SENAC-BAHIA, Ana Rita Andrade, assinou na manhã desta quinta-feira um convênio de cooperação técnica com objetivo de proporcionar à população uma série de capacitações profissionais na área de turismo e hotelaria, como também, nas áreas de beleza, moda, informática, comércio, gestão e idiomas, através da Secretaria de Assistência Social. Segundo a superintendente do SENAC, Ana Rita Andrade, este convênio tem por objeto a realização de programas de Cooperação Técnica visando à realização conjunta de cursos e ações extensivas à Educação Profissional, a serem administrados pelo SENAC em parceria com a Prefeitura de Itacaré. O prefeito Antônio de Anízio afirmou que uma das frentes de trabalho da atual administração é investir em parcerias sérias e comprometidas com o desenvolvimento de Itacaré.
“Acredito que devemos pensar no bem coletivo, em projetos e ações que capacitem toda a população e esta parceria com o SENAC será o pontapé inicial para qualificar nossa mão de obra em prol da geração e renda”, avaliou. De acordo com o secretário de Turismo, Júlio Oliveira, investir em aperfeiçoamento de excelência no setor de turismo e serviços é fundamental. “Acompanho há muitos anos o trabalho realizado pelo SENAC e posso garantir que não poderíamos ter escolhido melhor parceiro para qualificação profissional. A parceria também vai se estender ao IV Festival Sabores de Itacaré com qualificações para os estabelecimentos participantes e comunidade em geral”, pontuou. A primeira qualificação está prevista para começar ainda em junho com cursos de higiene e manipulação de alimentos. (Ascom/Itacaré)
Images

Conta propina de Lula-Dilma no exterior tinha US$ 150 milhões

No acordo de delação premiada que fechou com a Operação Lava Jato, o empresário Joesley Batista revela como funcionava o esquema de propinas no BNDES durante os governo petistas de Lula e Dilma Rousseff. Segundo o empresário, o acesso do grupo JBS a aportes bilionários do banco estatal e de fundos de pensão foi comprado à custa de milionárias propinas que tinham Lula e Dilma como destinatários. O dinheiro sujo era pago, segundo o empresário, para garantir que nenhum pleito do grupo fosse atrapalhado por burocratas do governo. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, era o responsável por receber os pleitos e negociar a propina devida em cada operação. Foi por ordem de Mantega que o empresário abriu no exterior duas contas para depositar a propina que, diz ele, era destinada a Lula e Dilma. “Os saldos das contas vinculadas a Lula e Dilma eram formados pelos ajustes sucessivos de propina do esquema BNDES e do esquema-gêmeo, que funcionava no âmbito dos fundos Petros e Funcef. Esses saldos somavam, em 2014, cerca de 150 milhões de dólares”, afirmou Joesley na delação.
Depois de Guido Mantega ter favorecido seu grupo empresarial em negócios no BNDES, Joesley abriu uma conta para depositar a propina devida no negócio. Tempos depois, o empresário teve uma conversa com Mantega na qual ele solicitou que outra conta fosse aberta. Joesley ficou confuso, mas a explicação de Mantega foi reveladora. “Em reunião com Guido Mantega ocorrida no final de 2010, este pediu ao depoente que abrisse uma nova conta, que se destinaria a Dilma. O depoente perguntou se a conta já existente não seria suficiente para os depósitos dos valores a serem provisionados, ao que Guido respondeu que esta era de Lula, fato que só então passou a ser do conhecimento do depoente. O depoente indagou se Lula e Dilma sabiam do esquema e Guido confirmou que sim”, anotaram os procuradores na transcrição do depoimento de Joesley.
Images

Temer pediu R$ 1 milhão em dinheiro vivo, diz delator

O ex-diretor do frigorífico JBS Ricardo Saud afirmou, em depoimento prestado à Procuradoria-Geral da República, que o presidente Michel Temer pediu a entrega de 1 de milhão de reais, em dinheiro vivo, numa empresa do coronel aposentado João Baptista Lima. O militar, amigo de Temer, é um dos homens de confiança do presidente. O endereço do local, segundo o delator, foi repassado por Temer num bilhete para o executivo durante reunião ocorrida em São Paulo no auge das eleições de 2014. “O dinheiro era do PT. O PT deu para o presidente Temer para usar para campanha de vice. E assim foi feito e, não satisfeito, ainda guardou um milhão para ele no bolso”, diz Saud. De acordo com o delator, os recursos destinados a Temer faziam parte de um acerto feito entre o PT, PMDB e a JBS durante a campanha à reeleição da presidente Dilma. Naquela época, um grupo de senadores peemedebistas ameaçava apoiar o PSDB. Preocupado, o PT resolveu agir e topou repassar recursos da conta-propina que mantinha junto à JBS para conter a rebelião na base aliada. Quando Temer foi informado sobre o risco de senadores do PMDB apoiarem o PSDB, resolveu reassumir a presidência do partido – e então acertou que o PT repassaria 15 milhões de reais para distribuir entre os peemedebistas.
Ricardo Saud detalhou como foi feito o rateio desse valor. Disse que 9 milhões de reais foram destinados ao diretório nacional do partido, 2 milhões serviram para bancar gastos da campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo com o marqueteiro Duda Mendonça, outros 3 milhões de reais foram repassados em espécie ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e 1 milhão de reais tiveram o próprio Temer como beneficiário. A parte referente a Temer, segundo o delator, foi entregue na sede da empresa Argeplan Arquitetura e Engenharia, cujo sócio é o coronel João Baptista Lima, amigo do presidente. O militar aposentado, dono de uma fazenda no interior de São Paulo frequentada há anos por Temer, foi alvo de um mandado de busca e apreensão na última quinta-feira, durante a Operação Patmos.

Thursday, May 18, 2017

Images

FILHO DE ZAVASCKI: “NÃO TENHO COMO NÃO PENSAR QUE NÃO MANDARAM MATAR MEU PAI!”

Teori Zavascki morreu numa queda de avião em 19 de janeiro (Foto Divulgação).
Zavascki morreu numa queda de avião em 19 de janeiro (Foto Divulgação).
Filho do ministro Teori Zavascki, Francisco publico desabafo em sua conta no Facebook. Para ele, a queda do avião em que estava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), no litoral do Rio de Janeiro, não foi acidental, mas criminosa. “Não tenho como não pensar que não mandaram matar meu pai”, escreveu. A queda da aeronave ocorreu em 19 de janeiro deste ano (relembre aqui).
O desabafo de Francisco foi feito com as revelações de que Michel Temer e Aécio Neves foram flagrados em investigações da Polícia Federal ou em gravações feitas por um dos donos da JBS, Joesley Batista, a exemplo do presidente da República. O post na rede social foi apagado logo depois de sua publicação, porém foi “printado”.
Abaixo, a íntegra do que escreveu o filho do ministro falecido.
O PMDB está no poder desde sempre e, como todos sabemos, estava com o PT aproveitando tudo de bom que o Governo pode dar… até que veio a Lava jato.
A ordem sempre foi a de parar a Operação (isto está gravado nas palavras dos seus líderes). Todavia, ao que parece, até para isso o PT era incompetente e, ao que tenho notícia, de fato, o PT nunca tentou nada para barrar a Lava Jato (ao menos o pai sempre me disse que nunca tinham tentando nada), o que sempre gerou fortes críticas de membros do PMDB.
O problema é que as investigações começaram a ficar mais e mais perto e os líderes do PMDB viram como única saída, realmente, brecar a Operação a qualquer custo. Para isso, precisava do poder. Derrubaram a Dilma e assumiu o Temer.
Do que eles são capazes? Será que só pagar pelo silêncio alheio? Ou será que derrubar avião também está valendo?
O pai sabia de tudo isso. Sabia quanto cada um estava afundando nesse mar de corrupção. Não é por acaso que o pai estava tão afilho [sic] com o ano de 2017.
Aflito ao ponto de me confidenciar que havia consultado informalmente as Forças Armadas e que tinha obtido a resposta de que iriam sustentar o Supremo até o fim!
Que gente sínica [sic]. Não tem coisa que me embrulha mais o estômago do que lembrar que, no dia do velório do meu pai, diante de tanta dor, ainda tive que cumprimentar os membros daquele que foi apelidado naquele mesmo dia de o “cortejo dos delatados”.
Impeachment já!
Desculpem o desabafo, mas não tenho como não pensar que não mandaram matar o meu pai!
Images

VÍDEO: VIDENTE QUE PREVIU QUEDA DE AVIÃO DISPAROU: “TEMER VAI RENUNCIAR”

O famoso vidente Carlinhos, que durante participação no programa “Olga Bongiovanni” em março de 2016 fez a seguinte afirmação: “Um time inteiro de futebol vai morrer num avião”, afirmou em outras previsões que o presidente Michel Temer, gravado dando aval para comprar silêncio de Eduardo Cunha,irá renunciar ao cargo de chefe do poder executivo.

“O Temer vai renunciar. Rodrigo Maia assumirá o governo temporariamente e quando a prisão do Lula for decretada, virá gente de fora do país para ajudar o ex-presidente, através da fronteira do Paraguai”, afirma o vidente, em um vídeo gravado em agosto do ano passado.

Images

MICHEL TEMER VAI RENUNCIAR, DIZ JORNALISTA

dilma-rousseff-e-michel-temer-agencia-brasil

O presidente Michel Temer deve anunciar sua renúncia ao cargo ainda na tarde desta quinta-feira, 18. Ele já teria feito o comunicado para alguns ministros. As informações foram divulgadas pelo jornalista Ricardo Noblat, em seu blog.

Caso o anúncio seja feito, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, assume o cargo temporariamente, como prevê a Constituição, e convoca o Congresso para que eleja um novo presidente que governará até o final de 2018.

Foram suspensas pela Secretaria de Comunicação Social da presidência da República todas as propagandas do governo.

Images

Aeroporto de Ilhéus completa 79 anos de operações



O Aeroporto de Ilhéus/Jorge Amado (BA) completa nesta sexta-feira, 19/5, 79 anos de operações. O terminal é uma das principais entradas para destinos turísticos litorâneos da Bahia, como Itacaré, Barra Grande, Canavieiras, Ilha de Comandatuba e Itabuna. Foi fundado em 1938 e passou a ser administrado pela Infraero em 1980.

Inserido na zona urbana da cidade, o terminal está localizado a três quilômetros do centro. Com capacidade para atender a 700 mil passageiros por ano, em 2016 foram registrados 576.965 embarques e desembarques no aeroporto, que conta com um terminal de passageiros com 3.400 m². 

O superintendente Itaibes Araújo de Paiva ressalta a importância do aeroporto para o turismo e o desenvolvimento da região:“Durante o ano inteiro recebemos turistas nacionais e estrangeiros que vêm em busca de sossego e descanso nas praias da Bahia, fato este que movimenta o nosso comércio e gera mais empregos”, disse. 

O nome do aeródromo é uma homenagem ao consagrado escritor baiano Jorge Amado, falecido em agosto de 2001, que ambientou na cidade famosos romances como “Gabriela, Cravo e Canela”, “Terras do Sem Fim” e “Cacau”, em alusão ao fruto típico da região. Há, inclusive, um busto do autor, feito em bronze, na entrada do terminal.   

Atualmente, o terminal conta com voos para Salvador (BA), Brasília (DF), Confins (MG), Campinas e Congonhas (SP) por meio de quatro companhias aéreas - Azul, Gol, Latam e Avianca. Os passageiros também dispõem de serviços bancários, estabelecimentos de alimentação, lojas de artigos de artesanato.

Princesinha do Sul

Ilhéus, apelidada por seus habitantes como “Princesinha do Sul”, foi a primeira cidade focada na produção de cacau no mundo. Com a maior extensão de litoral entre os municípios baianos, conta com 80 quilômetros de praias. Além disso, riquezas históricas e culturais da região continuam presentes no centro histórico, repleto de casarões e palacetes. A cidade conta ainda com a primeira rodovia ecológica do país, a Estrada Parque, com praias selvagens, manguezais e cachoeiras.
Images

Silvio Santos passa mal e precisa deixar gravações no SBT

Como já informamos, a apresentadora Helen Ganzarolli teve que se afastar das gravações do “Programa Silvio Santos” nesta terça (16) e não gravou o quadro de sucesso “Jogo dos Pontinhos”. No entanto, não foi só ela que se ausentou do mesmo programa. Silvio Santos deu um susto em todo mundo ao passar mal durantes as gravações. Ele estava gravando normalmente, jogando dinheiro, mas de repente se sentiu mal e gritou “Fabiano!” (diretor do programa). Ele abaixou a cabeça e pôs as mãos nos olhos, e logo a produção entrou e o retirou do palco. Silvio foi para o camarim com uma crise brava de labirintite. Por lá, já o estavam esperando dois amigos médicos, que lhe entenderam. Silvio comeu alguma coisa e foi medicado. Passados 40 minutos, com todo mundo achando que as gravações tinham sido canceladas, não é que aparece o Silvio no palco firme e forte? O Liminha perguntou se ele melhorou e Silvio nem ouviu e já estava perguntando onde tinha parado, e continuou normalmente com as atrações, jogando seus aviõezinhos. Hoje (18), Silvio está gravando normalmente no SBT em plena saúde. 
Images

Supremo nega prisão de Aécio; irmã dele foi levada pra cadeia

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quinta-feira (18) que tenha enviado um pedido de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) para julgamento ao Plenário da Suprema Corte. O senador tucano foi afastado do mandato por Fachin após a divulgação da delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, na qual Aécio aparece, em uma gravação, pedindo R$ 2 milhões para pagar seus advogados de defesa na Lava Jato. Segundo o colunista Lauro Jardim, que divulgou também nesta quarta-feira (17) parte do teor das delações contra o presidente Michel Temer, o diálogo entre Aécio e Joesley tem cerca de 30 minutos e o encontro aconteceu no dia 24 de março no Hotel Unique, em São Paulo. A irmã e assessora do senador Aécio, Andréa Neves, foi presa na manhã desta quinta-feira (18) por agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. No Rio, um chaveiro foi chamado para os agentes cumprirem o mandado de busca e apreensão no apartamento de Andréa em Copacabana, na Zona Sul. Este imóvel pertenceu ao ex-presidente Tancredo Neves, avô de Aécio e Andréa.
A Polícia Federal e o Ministério Público Federal cumprem mandados de busca e apreensão em imóveis de Aécio Neves e no gabinete dele, no Congresso. O procurador da República Ângelo Goulart Villela foi preso. Também são alvos da operação os gabinetes do senador Zezé Perrela (PSDB-MG) e do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), na casa dele, no condomínio Morro do Chapéu, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Fred, como é conhecido, teria sido filmado recebendo R$ 2 milhões a mando do empresário Joesley Batista. A informação da prisão foi confirmada pelo advogado de Frederico, Maurício Campos Júnior. Na conversa gravada, Joesley e Aécio negociam de que forma seria feita a entrega do dinheiro. O empresário teria dito que se o senador recebesse pessoalmente o dinheiro, ele mesmo faria a entrega, e que, se Aécio mandasse um preposto, o empresário faria o mesmo. Foi quando o senador disse, de acordo com O Globo: “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do c.”.
Images

PM prende dois e apreende drogas e munições em Ilhéus

Na manhã de ontem (17), após rondas ostensivas no bairro Conquista, precisamente no Alto do Formoso, a guarnição do Peto 68, com apoio do Peto 70, Rotam 68 e 1º Pelotão (Centro), realizou a prisão de dois indivíduos portando drogas e munições. O primeiro deles, Lourival Oliveira Santos, de 18 anos, estava portando 84 pedras de crack, pesando, em média, 95 gramas, uma quantia em dinheiro de R$ 4,00 e um aparelho celular Samsung. Já Antônio Oliveira Santos, de 36 anos, portava 3 tabletes de maconha, pesando, em média, 486 gramas, 95 gramas de crack e 9 munições calibre 9mm intactas. Os envolvidos e o material apreendido foram conduzidos à delegacia de polícia para as adoções das medidas legais. A polícia conta com a sua denúncia anônima para fortalecer o combate ao crime em sua localidade. Denúncias podem ser feitas através do número de Whatsapp 73- 98886-3997 e da central 24h: 73-99944-8374.
Images

Não renunciarei, diz Michel Temer em pronunciamento na TV

Em pronunciamento na tarde desta quinta-feira (18), Michel Temer afirmou que não renuncia à presidência da República. Temer destacou que demonstrará no Supremo Tribunal Federal (STF) não ter nenhum envolvimento com fatos delatados pelo dono da JBS, Joesley Batista. "Sei o que fiz e sei da correção dos meu atos. Exijo uma investigação plena e muito rápida para esclarecimento ao povo. Nesta quinta-feira, o ministro Edson Fachin, do STF, autorizou abertura de inquérito para investigar Michel Temer. Com isso, Temer passa à condição de investigado na Operação Lava Jato. O pedido de investigação foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), após o vazamento das delações do dono da JBS, Joesley Batista, que atingem o presidente da República. Pela Constituição, o presidente da República só pode ser investigado por atos cometidos durante o exercício do mandato e com autorização do STF. Os fatos narrados por Joesley teriam sido cometidos em março deste ano, com Temer na Presidência. 
Images

LÍDER DO DEM NÃO DESCARTA IMPEACHMENT DE TEMER

Líder do DEM na Câmara, o deputado Efraim Filho (PB) afirmou nesta quarta-feira, 17, que não descarta a possibilidade de um processo de impeachment ser aberto contra o presidente Michel Temer após as notícias sobre a delação da JBS, revelada pelo jornal O Globo.

Segundo ele, o Congresso agora tem que ter “serenidade” para avaliar os fatos que vieram à tona e dar respostas rápidas à sociedade. “A investigação irá dizer se houve infração à Constituição. Se houve, a Constituição tem que ser seguida, conforme o rito a que foi submetida a ex-presidente Dilma Rousseff”, afirmou.

Questionado se ele indicaria os membros para integrar uma eventual comissão de impeachment, Efraim sinalizou que sim, caso fique comprovado que Temer cometeu crime de responsabilidade. “É tarefa do Congresso dar continuidade a essas investigações e o Democratas irá cumprir a sua parte”, disse.

Efraim foi o único líder do governo, até agora, a comentar a situação. Os demais desapareceram do plenário logo após a notícia vir à tona. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão assim que a oposição começou a protestar contra Temer.

Wednesday, May 17, 2017

Images

MPF: Foto de Lula e Pinheiro no sítio de Atibaia é anexada em processo

Foi anexado a um dos processos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva responde na Operação Lava Jato, pelo Ministério Público Federal, uma foto que mostra o petista e o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, juntos no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP).  A imagem faz parte de um relatório da Polícia Federal datado do dia 23 de março, que deve ser analisado pelo juiz federal Sergio Moro. De acordo com as investigações da Lava Jato, o pecuarista José Carlos Bumlai e as empreiteiras OAS e Odebrecht reformaram o imóvel rural, que tem como donos dois sócios de Fábio Luís Lula da Silva, primogênito do ex-presidente, mas que pertenceria ocultamente a Lula. Lula tinha dito em seu depoimento à Polícia Federal, em março de 2016, que teria recebido Léo Pinheiro no sítio uma vez, em um churrasco, ocasião em que a foto pode ter sido feita, conforme o relatório da PF.
Images

CORRUPÇÃO: Após gravações, deputados baianos pedem impeachment ou renúncia de Temer

Michel Temer (PMDB) e Eduardo Cunha (PMDB) I Foto: Reprodução
O presidente Michel Temer teve uma conversa gravada na qual ele incentiva a realização de pagamentos a Eduardo Cunha para comprar o silêncio do ex-parlamentar. De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo nesta quarta-feira (17), o diálogo foi gravado pelo dono da JBS. Joesly Batista teria entregado uma mala com R$ 500 mil ao deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F, holding que controla a JBS. Em uma reunião com Temer, o empresário comentou que estava entregando o montante a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro. O pagamento seria uma forma de mesada na prisão para eles ficarem calados. Ao ouvir a informação, Temer incentivou o pagamento: “Tem que manter isso, viu?”. Ainda de acordo com informações do jornal O Globo, Joesley e seu irmão, também dono da JBS, denunciaram o fato em uma delação premiada à Procuradoria-Geral da República. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda precisa homologar o acordo. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) também foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley. A Polícia Federal teria filmado a entrega do dinheiro a um primo do parlamentar e descobriu que eles foram depositados numa empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG).
Images

BAHIA: Gualberto pede prisão de governador e Solla responde: bandido grileiro

Dois deputados baianos protagonizaram mais uma cena digna de um ringue no plenário da Câmara dos Deputados, na tarde desta terça-feira (16). João Gualberto (PSDB) subiu ao púlpito para disparar contra o governador baiano Rui Costa (PT) repercutindo a vitória na Justiça que obriga o petista a dizer onde foram aplicados os sete mil quilômetros de estradas anunciados em campanhas publicitárias. Ao comentar isso, utilizou outra vez, as ‘balas’ costumeiras: chamou todos os petistas de ladrões, questionou os investimentos das obras do metrô, contou da judicialização da questão e pediu a prisão de Rui. “Ou o desembargador pede a prisão do Rui Costa ou vai ficar desmoralizada a Justiça. Só existem essas duas opções, não existe outra, colegas deputados: ou se pede a prisão do governador Rui Costa ou se desmoraliza toda a Justiça — o Tribunal de Justiça da Bahia, o STJ e o STF. Vejam que situação, e isso por quê? Devido às mentiras do PT”. O tucano continuou disparando: “Estão dizendo, por exemplo, que querem construir uma ponte ligando Salvador a Itaparica. É mentira! Falam que vão fazer uma ponte, mas dependem do Governo Federal para garantir esse empréstimo feito aos bancos da China. Portanto, eu apelo à Justiça da Bahia agora que dê ordem de prisão para o governador Rui Costa. Parece um absurdo prender o governador. Eu também acho um absurdo, mas tem que prendê-lo para não se desmoralizar a Justiça”, bradou Gualberto. Foi nessa hora que o também deputado Jorge Solla (PT) resolveu que havia-se chegado ao limite do que poderia ‘tolerar’. Quando o tucano desceu da tribuna onde discursou, a confusão foi armada. Solla afirmou em entrevista ao BNews disse que jamais poderia aceitar um “grileiro, bandido acusar um governador que não tem nada que possa justificar uma prisão ou qualquer sanção nestes termos”. “Não admito que um grileiro venha mentir sobre a trajetória de políticos que não botaram um tostão roubado no bolso. Esculhamba o PT, chama todo mundo de bandido, ladrão, mas não apresenta nada. É um discurso vazio, acusação para jogar para a galera. Agora eu posso falar de golpista e chamar ele de grileiro. Porque ele não tem como provar de onde vem tanto dinheiro para ele comprar aqueles terrenos na Praia do Forte. E isso não é segredo para ninguém”, retrucou. Solla continuou na defesa do governador. “Não vou admitir que um bandido, grileiro venha dizer que o governador, que pode ter seus defeitos como qualquer pessoas, mas que não tem nada sua trajetória que possa merecer uma acusação e processo de prisão. Ainda mais partindo de um grileiro”, bradou.
Images

Tragédia em Conquista: engenheiro é morto pelo próprio irmão


No final da tarde dessa quarta, 17, Uashington levou a polícia ao local onde matou de deixou o corpo do seu irmão, o Engenheiro Agrônomo Idione Silva Brito, de 24 anos. A vítima estava desaparecida há uma semana. Durante todo esse período o irmão enganou a família, que procurava desesperadamente pelo agrônomo. O desaparecimento era investigado pela equipe da 2a Delegacia Territorial, coordenada pela delegada Jaqueline Ferreira. Washington foi o último a ter contato com a vítima e teria entrado em contradição por diversas vezes, mas acabou confessando a autoria do crime. A reportagem acompanhou o momento que assassino confesso levou a polícia à região da Caiçara, zona rural de Vitória da Conquista. Friamente ele assistiu a realização da perícia e não demonstrou remorsos por ter matado o irmão. Logo depois da realização da perícia o assassino do irmão retornou para delegacia. Após os procedimentos legais, ele será apresentado a Justiça e deverá seguir para o Complexo Penal. Há cerca de dois meses o pai dos irmãos foi baleado com um tiro na nuca, enquanto caminhava próximo a casa da família, no povoado da Choça. Ele estava acompanhado do filho Washington, no instante que foi alvejado. Porém, o caso foi tratado como mais um incidente envolvendo bala perdida. Agora a Polícia Civil suspeita que Uashigton tentou matar o pai. O assassino do irmão contou que atirou três vezes para executá-lo. No local foram encontrados alguns projéteis. Ainda não foi revelada a motivação do crime. Nenhum dos envolvidos tem antecedentes criminais.



Images

DONO DA JBS GRAVA TEMER DANDO AVAL PARA COMPRAR SILÊNCIO DE CUNHA


Na tarde de quarta-feira passada, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entraram apressados no Supremo Tribunal Federal (STF) e seguiram direto para o gabinete do ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação. É uma delação como jamais foi feita na Lava-Jato: Nela, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: "Tem que manter isso, viu?". Aécio Neves foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley. O dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal. A PF rastreou o caminho dos reais. Descobriu que eles foram depositados numa empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG). Joesley relatou também que Guido Mantega era o seu contato com o PT. Era com o ex-ministro da Fazenda de Lula e Dilma Rousseff que o dinheiro de propina era negociado para ser distribuído aos petistas e aliados. Mantega também operava os interesses da JBS no BNDES. Joesley revelou também que pagou R$ 5 milhões para Eduardo Cunha após sua prisão, valor referente a um saldo de propina que o peemedebista tinha com ele. Disse ainda que devia R$ 20 milhões pela tramitação de lei sobre a desoneração tributária do setor de frango. Pela primeira vez na Lava-Jato foram feitas "ações controladas", num total de sete. Ou seja, um meio de obtenção de prova em flagrante, mas em que a ação da polícia é adiada para o momento mais oportuno para a investigação. Significa que os diálogos e as entregas de malas (ou mochilas) com dinheiro foram filmadas pela PF. As cédulas tinham seus números de série informados aos procuradores. Como se fosse pouco, as malas ou mochilas estavam com chips para que se pudesse rastrear o caminho dos reais. Nessas ações controladas foram distribuídos cerca de R$ 3 milhões em propinas carimbadas durante todo o mês de abril. Se a delação da Odebrecht foi negociada durante dez meses e a da OAS se arrasta por mais de um ano, a da JBS foi feita em tempo recorde. No final de março, se iniciaram as conversas. Os depoimentos começaram em abril e na primeira semana de maio já haviam terminado. As tratativas foram feitas pelo diretor jurídico da JBS, Francisco Assis e Silva. Num caso único, aliás, Assis e Silva acabou virando também delator. Nunca antes na história das colaborações um negociador virara delator. A velocidade supersônica para que a PGR tenha topado a delação tem uma explicação cristalina. O que a turma da JBS (Joesley sobretudo) tinha nas mãos era algo nunca visto pelos procuradores: conversas comprometedoras gravadas pelo próprio Joesley com Temer e Aécio — além de todo um histórico de propinas distribuídas a políticos nos últimos dez anos. Em duas oportunidades em março, o dono da JBS conversou com o presidente e com o senador tucano levando um gravador escondido — arma que já se revelara certeira sob o bolso do paletó de Sérgio Machado, delator que inaugurou a leva de áudios comprometedores. Ressalte-se que essas conversas, delicadas em qualquer época, ocorreram no período mais agudo da Lava-Jato. Nem que fosse por medo, é de se perguntar: como alguém ainda tinha coragem de tratar desses assuntos de forma tão descarada?. Para que as conversas não vazassem, a PGR adotou um procedimento incomum. Joesley, por exemplo, entrava na garagem da sede da procuradoria dirigindo o próprio carro e subia para a sala de depoimentos sem ser identificado. Assim como os outros delatores. Ao mesmo tempo em que delatava no Brasil, a JBS mandatou o escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe para tentar um acordo de leniência com o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ). Fechá-lo é fundamental para o futuro do grupo dos irmãos Batista. A JBS tem 56 fábricas nos EUA, onde lidera o mercado de suínos, frangos e o de bovinos. Precisa também fazer um IPO (abertura de capital) da JBS Foods na Bolsa de Nova York. Pelo que foi homologado por Fachin, os sete delatores não serão presos e nem usarão tornozeleiras eletrônicas. Será paga uma multa de R$ 225 milhões para livrá-los das operações Greenfield e Lava-Jato que investigam a JBS há dois anos. Essa conta pode aumentar quando (e se) a leniência com o DoJ for assinada. (Colaborou Guilherme Amado). (O Globo)
Images

Shopping Popular de Itabuna será inaugurado em Julho

Prosseguem a todo vapor as obras do Shopping Popular de Itabuna que estão sendo executadas pela Status Construtora, sob a supervisão da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente. De acordo com o Secretário Patrick Olbera Monteiro a previsão é de que a inauguração ocorra em 28 de julho, durante as comemorações do aniversário de Itabuna. E esclarece que após emissão do laudo estrutural do Engenheiro Civil Francisco França, responsável pelo projeto, assim como o laudo do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, foi revisado todo o projeto do empreendimento e adotadas as medidas necessárias de segurança do Shopping que abrigará dezenas de lojas de camelôs. O presidente da Associação dos Trabalhadores do Comércio Informal de Itabuna, Márcio Higino, pensando na transferência dos vendedores ambulantes para o espaço, cadastrou 120 associados que deverão ocupar os boxes. “Terão prioridade os vendedores que estão trabalhando na Praça Adami há mais tempo, ou seja, os mais antigos”, informa, ressaltando que a inauguração do Shopping Popular será em julho, mas a transferência dos trabalhadores já ocorrerá a partir de junho.
Images

ILHÉUS: PREFEITO PARTICIPA DE MARCHA EM BRASÍLIA

unnamed (2)
O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, participa hoje, 16, das atividades que integram a 20ª Marcha a Brasília, organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), com o objetivo de reivindicar medidas que impulsionem o desenvolvimento das cidades e melhorem a vida dos cidadãos. Ele ainda aproveita a ida a Brasília, que reúne prefeitos de todo o País, para agilizar o andamento de projetos de obras para o município.

A Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios é um evento anual, que congrega gestores públicos municipais, federais e estaduais, além de representantes de instituições que trabalham em prol dos serviços prestados ao cidadão no local onde ele reside. Este ano, o evento acontece até o dia 18 de maio, nas dependências do CICB (Centro Internacional de Convenções do Brasil), e conta com a participação de cerca de oito mil pessoas.

O prefeito ilheense viajou a Capital Federal acompanhado pelo secretário de Infraestrutura, Transportes e Trânsito, Hermano Fanhing, e pelo superintendente de Obras, Rafael Castro Lima, com o objetivo de promover o andamento de projetos de obras de interesse do município em diversos ministérios do governo federal.

Tuesday, May 16, 2017

Images

ITACARÉ: Prefeitura prepara a área para construção do estádio e centro de canoagem



A Prefeitura de Itacaré já está realizando a limpeza e nivelamento da área para o início das obras de construção do estádio municipal e o Centro de Treinamento de Canoagem, no bairro da Passagem. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, informou logo após a limpeza da área serão colocadas estacas de cimento para o isolamento da área, implantação do alambrado, drenagem e colocação do gramado. A expectativa é de que o novo estádio seja inaugurado ainda esse ano, como forma de incentivar cada vez mais o esporte no município. Já o Centro de Canoagem será construído pelo Governo da Bahia, em parceria com a Prefeitura de Itacaré com o objetivo de incentivar o esporte, despertar novos talentos nessa modalidade, projetar a canoagem a nível internacional e garantir o treinamento e a formação de novos atletas. Para a liberação do projeto e a assinatura do convênio com o Governo do Estado, a Prefeitura de Itacaré realizou inicialmente a retiradas algumas ocupações caracterizadas por construções precárias e irregulares que estavam no local. A remoção foi pacífica, já que os ocupantes entenderam que estavam em condições irregulares e a obra beneficiará toda a comunidade. Na próxima semana o prefeito Antônio de Anízio seguirá para Salvador para assinar junto com o Governo do Estado, através da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), o convênio para a realização da obra do Centro de Canoagem.
A proposta do governador Rui Costa é construir três centros de canoagem na região, o de Itacaré, Ubaitaba e Ubatã. E Itacaré poderá ser o primeiro a ser inaugurado, já que a área está disponível, atende aos critérios técnicos e a Prefeitura vem realizando todos os trâmites necessários para o início imediato das obras. Em fevereiro desse ano representantes da Prefeitura de Itacaré, da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e da Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) visitaram área onde será construído o centro de canoagem no município, no bairro da Passagem, ao lodo do local onde também será construído o estádio municipal. Itacaré foi o primeiro local onde os técnicos do governo do estado realizaram a visita e consideraram a área favorável para a implantação do equipamento. Na oportunidade, participaram da visita o técnico da Sudesb, Luiz Antônio Brantes, e da Saeb, Andrei Beramendi, acompanhados do secretário de Desenvolvimento Urbano, Ademar Sá, e do Secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto. A canoagem de Itacaré tem sido destaque a nível internacional, revelando grandes atletas, a exemplo da canoísta Martinha Ferreira, atleta paraolímpica bicampeã mundial e Valdenice Conceição, a “Netica”, que conquistou recentemente ouro no Campeonato Sul-americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem na cidade de Paipa, na Colômbia. O prefeito Antônio de Anízio espera que com o centro de canoagem vários outros atletas possam conquistar muitas medalhas olímpicas. Além disso, a Prefeitura já está atraindo para o município a realização de eventos internacionais, para que Itacaré seja uma referência mundial na área do esporte. 
Images

ITACARÉ: SEIS VEREADORES FORAM CASSADOS

benildo-da-passagem-d

Nesta terça-feira Juiz Daniel Álvaro Ramos, da 198ª Zona Eleitoral de Uruçuca, publicou a sentença do processo de impugnação impetrado pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) de Itacaré contra 6 (seis) vereadores eleitos pelo PSDB/PC do B/PV/PSD, PRB/SD e PSB/PSL.

O juiz determinou a nulidade dos votos recebidos nas eleições 2016 desconstituindo os respectivos mandatos dos impugnados Givaldo José Anes Machado, Hamilton Soares Carriço Neto, Miguel Pereira dos Santos, Milton Ramos da Costa, José dos Santos Ribeiro e Hamilton Silva da Paixão, que tiveram suas candidaturas registradas pela coligação “A Mudança Começa Agora”, pelas coligações “Renovar Para Itacaré Avançar” e “Para Defender Itacaré”.

O processo investigava o não cumprimento da regra constante do art. 10. § 3º da Lei 9.504/97, uma vez que as duas mulheres que concorreram pelo PSDB/PC do B/PV/PSD ao cargo de vereadora e o fizeram com o único intuito de compor o percentual mínimo de gênero previsto no dispositivo legal em análise. O Ministério Público se manifestou pela procedência do pedido, mantendo-se o quociente eleitoral e os quocientes partidários já que os votos destinados à coligação dos réus eram válidos considerando o dia da eleição.

Images

Homicídio no Novo Horizonte em Itabuna

Joaquim Silva dos Santos, 70 anos, foi morto com três tiros na manhã desta terça feira (16), no bairro Novo Horizonte, em Itabuna. Segundo testemunhas, o autor do crime é o traficante de prenome Mazinho. Ele teria matado Joaquim porque este construiu um muro no fundo da casa próximo à residência do criminoso, impedindo a rota de fuga em batidas policiais. O corpo de Joaquim foi encontrado de joelhos. Mazinho, segundo vizinhos, saiu do presídio há poucos dias e vinha ameaçando Joaquim há algum tempo. Foi o 5º homicídio no mês de maio e o 59º de 2017 em Itabuna.
Images

Julgamento que pode cassar Temer é marcado para 6 de junho

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, marcou para os dias 6, 7 e 8 de junho o julgamento da ação que pode levar à cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições de 2014. Segundo informações do TSE, foram reservadas quatro sessões para deliberar sobre o processo movido pelo PSDB — duas ordinárias e duas extraordinárias. O Tribunal vai decidir se existem indícios suficientes de abuso de poder político e econômico para cassar a chapa, o que, na prática, significa retirar do cargo o presidente Michel Temer, levando à convocação de eleições indiretas. Neste caso, ele ainda poderia concorrer à vaga que será votada pelos membros do Congresso Nacional. As sessões foram agendadas para as 19 horas no dia 6 de junho (terça-feira); às 19h em 7 de junho (quarta-feira) e às 9h e às 19h em 8 de junho (quinta-feira). O julgamento havia começado em 4 de abril, mas foi interrompido após os sete ministros da corte decidirem por unanimidade reabrir a etapa de coleta de provas, fixar um prazo de cinco dias para as alegações finais das partes e autorizar a realização de quatro novos depoimentos — do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, do marqueteiro João Santana, da empresária Mônica Moura e de André Santana, assistente do casal. O processo pode ser suspendido novamente se algum ministro fizer pedido de vista (mais tempo para avaliar o caso) ou se alguma questão de ordem for aceita pela corte. Em depoimentos sigilosos ao ministro Herman Benjamin, relator do processo na corte, o casal de marqueteiros afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia do uso do caixa dois na sua campanha à reeleição e que não tratou de assuntos financeiros com Temer. Com base nessas alegações, o vice-procurador-geral eleitoral Nicolao Dino voltou a pedir que apenas Dilma se torne inelegível por oito anos. Ele, no entanto, recomendou que os dois sejam cassados por considerar inviável a divisão da chapa.
Images

Coreia do Norte teria invadido computadores de 150 países


Normalmente, grupos hacker costumam reivindicar ataques e invasões. Porém, a maioria dessas ações é voltada a fins políticos, para mostrar um ponto ou denunciar algo. Com o ransomware WannaCrypt (WannaCry), a história é diferente e possui praticamente dois pontos-chave: dinheiro e "porque sim". A questão, agora, é outra. Quem está por trás desse ataque? De acordo com um pesquisador da Google, a Coreia do Norte. Veja bem: ainda não é o momento de apontar culpados, mas sim entender toda a cadeia de eventos. No final das contas, a culpa está no processo: na Microsoft que possui um Windows Update que não é amigável ao usuário, na agência de segurança nacional norte-americana NSA que explorou o exploit do Windows e deixou isso vazar, e até as próprias companhias afetadas por não investirem o devido e não entregarem as ferramentas necessárias em infraestrutura e equipe de TI.
Os hackers, a ponta final desse processo, apenas se aproveitaram da falha — a culpa, como sempre, está no sistema. Inicialmente, acreditava-se que o ransomware WannaCry havia nascido na China. Porém, as indicações eram escassas, e não havia como cravar essa alegação. Agora, o pesquisador de segurança da Google, Neel Mehta, encontrou evidências de que um grupo de hackers da Coreia do Norte está por trás do ataque que infectou mais de 300 mil computadores em mais de 150 países. O que Neel encontrou estava no código do WannaCry. O ransomware devastador possui algumas linhas idênticas aos códigos usados no backdoor malicioso Cantoppe, que foi desenvolvido pelo Lazarus Group — e esse ponto abre uma questão mais perigosa. Acredita-se que Lazarus Group seja um grupo hacker patrocinado pelo governo da Coreia do Norte. A questão que fica é: o WannaCry foi um ataque pensado e patrocinado por um governo ou uma ação de um grupo patrocinado, mas não comandado pelo governo? Para reforçar as evidências encontradas por Neel, outros pesquisadores de segurança de empresas renomadas como Kaspersky Lab, Symantec e Intezer também encontraram e confirmaram a conexão entre o WannaCry e o Cantoppe, segundo o The Hackers News. Alguns dos feitos realizados pelo Lazarus Group simplesmente devastaram algumas companhias, mostrando que sim, a equipe de hackers possui poder para tal ato. Um dos exemplo foi o ataque à Sony Pictures, que custou muito dinheiro para a empresa japonesa, em 2014. Além disso, o Lazarus é indicado como culpado por roubar mais de US$ 80 milhões de um banco em Bangladesh, em 2016. Apesar de tudo isso, não é possível cravar essa resposta. O Lazarus é o link final mais próximo, mas é sempre preciso lembrar que a culpa, na verdade, está no processo, nesse sistema. O ransomware WannaCrypt, também conhecido como WannaCry, assolou o mundo na última sexta-feira (12). Foi noticiado que o especialista de segurança Marcus Hutchins (@malwaretech), ao comprar um domínio na internet, interrompeu as atividades do malware. Contudo, o ransomware apenas desacelerou o número de novas infecções e continua atingindo novas máquinas. Além disso, uma segunda versão do WannaCry está dobrando a esquina.